fbpx

Chances de desenvolver câncer de mama podem ser detectadas nos genes

3 minutos para ler

Pasteur realiza exames BRCA1 e BRCA2 em todas as suas unidades.

Outubro Rosa é um movimento popular conhecido no mundo todo para mobilizar a população, principalmente as mulheres, sobre a prevenção do câncer de mama.

Auto-exame para todas as mulheres, com mais de 21 anos.

Responsável por facilitar a percepção de quaisquer alterações como: pequenos nódulos nas mamas e axilas, saída de secreções pelos mamilos, mudança na cor da pele, retrações, entre outras. Deve ser realizado mensalmente, sete dias depois do início da menstruação. Quem não tem menstruação elege um dia no mês para realizar. O importante é fazer a análise sempre no mesmo dia.

Auto-exame

A mulher, a partir de 21 anos de idade e sete dias depois do início da menstruação, deve fazer o exame 1 vez ao mês para verificar se encontra algum caroço ou alteração em suas mamas ou axilas, além de secreções pelos mamilos, mudança na cor da pele, retrações, etc.

Exames BRCA1 e BRCA2

BRCA1 e BRCA2 são genes que todos nós temos e cuja função é impedir o surgimento de tumores através da reparação de moléculas de DNA danificadas, genes que nos protegem do aparecimento de cânceres. O problema é que, quando um desses genes sofre mutação, ele perde a capacidade de proteção, o que torna o aparecimento de tumores malignos mais susceptível, especialmente os de mama, ovário e próstata.

A mutação no gene BRCA1 ou BRCA2 pode ser passado de uma geração para outra, o que explica a existência de famílias com história de câncer de mama ou ovário em vários dos seus membros. Os exames BRCA1 ou BRCA2 servem para detectar a presença de mutações nesses dois genes e identificar precocemente as mulheres mais susceptíveis a esses tipos de câncer. Cabe salientar que essa mutação não é muito comum, acometendo apenas cerca de 0,1% da população.

As unidades do Pasteur realizam os seguintes exames de genes:

BRCA1 – Sequência Gênico

Análise genética do gene BRCA1 por Sequenciamento Genético é o exame que identifica exatamente o gene com defeito. Hoje, o Sequenciamento Genético é indicado apenas para pessoas que têm histórico familiar de câncer.

Por que fazer? Esse procedimento identifica e avalia o risco do câncer de mama e ovário hereditário.

Sequência Gênico Completo (BRCA1 E BRCA2)

O Sequenciamento Genético Completo (BRCASQ) analisa os genes BRCA1 e BRCA2 com o objetivo de identificar e avaliar o risco de câncer de mama e ovário hereditário. A técnica de sequenciamento tem sensibilidade de 100%. A análise das sequências é realizada com base nas sequências de referência do Breast Cancer Information Core (BIC database).

Mutação Familiar (BRCA1)

Este exame visa detectar a mutação no gene BRCA1 para determinação do status genético dos familiares de alguém com mutação previamente detectada. É realizado por um rastreamento de DNA.

Por que fazer? Mulheres com mutações BRCA1 têm elevados riscos de desenvolver câncer de mama e câncer de ovário.

Posts relacionados

Deixe um comentário