fbpx

Como identificar e tratar o ácido úrico

2 minutos para ler

O ácido úrico é uma substância formada pelo organismo através da decomposição da purina, presente em alguns alimentos, como carne, feijão ou marisco. Outro fator que influencia é a medicação. Alguns remédios aumentam excessivamente o ácido em nosso organismo. Geralmente, ele é facilmente eliminado pelos rins, através da urina, porém, quando existe algum problema renal, o ácido úrico pode se acumular nos tecidos, o que dá origem à gota e provoca inflamação e dor nas articulações. Além disso, níveis elevados no sangue aumentam o risco de desenvolver acidentes cardiovasculares.

Os sintomas mais comuns que indicam seu excesso são: artrite aguda, inchaço, vermelhidão e a dificuldade em movimentar as articulações, especialmente nos dedos das mãos, joelhos, tornozelos, calcanhar e dedos dos pés.

Os desequilíbrios do ácido úrico podem ser controlados através de uma alimentação balanceada. Você deve incluir em seu cardápio diário: cenouras, laranja, limão, café, cebola, alho, leite e derivados, e beber muita água. Já carnes, frutos do mar, tomates, cogumelos e bebidas alcoólicas devem ser evitados.

Para ver como está o ácido úrico são feitos os exames de sangue, que exige 8 horas de jejum, e de coleta de urina de 24h, colhida durante um período de 24 horas. Para mais informações sobre estes exames, consulte nossos laboratórios.

Posts relacionados

Deixe um comentário