fbpx

Pelo menos 350 milhões de pessoas sofrem de depressão

2 minutos para ler

O transtorno depressivo pode afetar pessoas de qualquer idade em qualquer etapa da vida. Conversar abertamente sobre a depressão é o primeiro passo para entender melhor o assunto e reduzir o estigma associado a ele. Assim, cada vez mais pessoas poderão procurar ajuda e quem sabe conseguiremos diminuir o número assombroso de 800 mil pessoas que morrem por suicídio todos os anos.

Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade dos afetados no mundo recebe tais tratamentos. Os obstáculos ao tratamento incluem a falta de recursos, o tabu associado aos transtornos mentais e principalmente a falta de apoio familiar.

Um indivíduo com episódios depressivos terá dificuldades em continuar um trabalho simples e atividades sociais. A pessoa tem um humor deprimido, perda de interesse em qualquer atividade, prazer e energia. Os principais sintomas são ansiedade, distúrbios no sono e no apetite, sentimentos de culpa, baixa autoestima e falta de concentração. Ainda existem os episódios de mania, que envolvem humor exaltado ou irritado, excesso de atividades, pressão de fala, autoestima inflada e uma menor necessidade de sono, além da aceleração do pensamento.

Com os cuidados adequados, assistência psicossocial e medicação, pessoas com transtornos mentais podem começar a levar uma vida normal. Porém, em todo e qualquer caso, o indivíduo deve passar por tratamento médico e psicológico, principalmente para fazer uso de medicamentos que quando tomados sem prescrição médica, podem piorar o quadro.

O primeiro passo para uma melhora pode ser o seu incentivo.

Posts relacionados

Deixe um comentário