fbpx

Descoberta do sexo do bebê: mitos e verdades sobre o tema

3 minutos para ler

Descoberta do sexo do bebê: mitos e verdades sobre o tema

Um dos momentos mais marcantes na vida de uma mãe é a descoberta do sexo do bebê. Costumam ser instantes de bastante curiosidade e ansiedade. Planos são feitos, chás de revelação e muito mais, tudo para desvendar a grande pergunta: menino ou menina?

Contudo, na mesma proporção da expectativa de desvendar essa grande dúvida, estão os mitos que cercam o tema. Isso pode deixar os papais e mamães bem confusos. E por isso é preciso sempre buscar as informações nos lugares corretos, com quem é autoridade no assunto. Pensando em você e em diversas outras pessoas, preparamos um material especial, justamente para contar as verdades sobre o momento.

Mitos e verdades sobre a descoberta do sexo do bebê

Listamos alguns dos principais cenários que são ditos por aí. Veja abaixo:

  • Desejos alimentares específicos indicam o sexo da criança?

É um mito! Muitos dizem que de acordo com os seus desejos alimentares, é possível ter indícios do sexo do bebê. Se as vontades são de alimentos mais doces: é menino. Agora, quando a mãe sente mais vontade de ingerir alimentos ácidos: é menina.

Bom, na realidade, isso não passa de um mito. Não existe uma regra. As preferências por determinados alimentos variam de mulher para mulher. Sendo assim, não há nenhuma relação com o sexo do bebê.

  • A gravidez de meninos tende a ser mais complicada?

Isso é verdade. Estudos realizados pelo Robinson Research Institute, da Universidade de Adelaide, na Austrália, indicaram um acontecimento bem curioso: complicações mais sérias durante a gestação, em mulheres grávidas de meninos, de fato, são muito mais comuns.

  • O formato da barriga indica o sexo?

É um mito! Muitas mamães provavelmente já escutaram isso de alguém: “se a sua barriga for mais pontuda, é menina. Agora, se for arredondada, é menino!” A verdade mesmo é que a forma da barriga da mulher não é indício nenhum do sexo da criança.

Não há estudos e evidências científicas de que esse seja um fator determinante e que aponte se a criança será do sexo feminino ou masculino. O formato da barriga é obtido de acordo com a posição do bebê e a genética da mãe.

  • Sexagem Fetal é um exame confiável que aponta o sexo do bebê? 

Verdade! O exame é uma das formas mais seguras de descobrir se a criança é menino ou menina. Além disso, a famosa ansiedade deste momento é solucionada com mais rapidez. Afinal, a partir da oitava semana de gestação, já é possível descobrir o gênero da criança.

É um exame confiável, com 99% de chances de exatidão no resultado. Ou seja, a possibilidade de apontar o sexo exato do bebê é extremamente elevada. Para saber ainda mais sobre o exame de Sexagem Fetal, basta clicar aqui . Preparamos um material especial com tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

No Pasteur, você tem o auxílio necessário, em todas as fases da gestação. Inclusive, no momento da descoberta. Entre em contato com nossa equipe médica e agende o seu exame de Sexagem Fetal.

Posts relacionados

Deixe um comentário