fbpx

Diabetes é mais comum entre as mulheres

2 minutos para ler

Mulheres têm mais diabetes que os homens devido a fatores biológicos, culturais e sociais.

As brasileiras trabalham em média sete horas e meia a mais do que os homens por semana, devido à dupla jornada a que são submetidas. Isso causa estresse, resulta em uma má alimentação e falta de exercícios físicos. A diabetes já está entre as dez principais causas de morte entre mulheres do mundo inteiro. Existem dois casos específicos que devem trazer ainda mais atenção a elas:

Gestação

Mulheres com diabetes possuem maior risco de sofrer um aborto precoce ou de ter um bebê com má formação. Muitas engravidam sem saber que têm a doença, o que aumenta a possibilidade dos perigos se concretizarem. O diagnóstico de diabetes tipo 2 pode chegar com até dez anos de atraso e isso pode gerar problemas tanto para a mãe quanto para o bebê. Devemos lembrar também da diabetes gestacional, uma condição em que mulheres, antes saudáveis, acabam tendo um aumento da glicemia durante os nove meses de gravidez. Essa condição pode prejudicar a saúde e sinaliza o risco de desenvolver a diabetes propriamente dita. Por isso, toda gestante deve realizar o exame que mede as taxas de glicose.

Menopausa

As alterações hormonais às quais o corpo da mulher é submetido nesse período favorecem o aumento dos níveis de açúcar no sangue. Por isso, exames para medir a glicose são essenciais!

Posts relacionados

Deixe um comentário