fbpx

Governo antecipa campanha de vacinas da gripe e Pasteur recebe novo lote

Existem doenças que são mais comuns na vida das pessoas e a gripe é uma delas. Contudo, é preciso muita atenção, pois pode ser fatal! Febres altas, dores de cabeça, dores no corpo e calafrios são alguns dos sintomas mais comuns. Ela caracteriza-se por ser uma doença de fácil contágio e registra milhões de casos anualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, é importante prevenir-se.

E, pelo fato do surto de coronavírus no mundo, como objetivo de diminuir a quantidade de pessoas doentes no hospital para que seja possível atender os todos os pacientes, o Ministério da Saúde decidiu antecipar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, vírus causador da gripe.

Neste período do ano no Brasil, é comum contrair a gripe. A vacina, então, mais do que nunca, será um fator fundamental para diminuir casos de pessoas doentes. O início da campanha, que estava previsto para a segunda quinzena de abril, foi antecipada para março.

Mesmo que a vacina não apresente eficácia contra o coronavírus, antecipar a prevenção contra a Influenza significa que os profissionais de saúde possam descartar essa doença na triagem e acelerar o diagnóstico do coronavírus. As duas enfermidades podem ter sintomas parecidos, o que pode atrasar a constatação de uma ou de outra. Prevenir a população contra a gripe, além de diminuir o volume de pessoas no hospital, auxiliará em diagnósticos e tratamentos mais precisos contra o COVID-19.

As vacinas contra o Influenza estão disponíveis no Pasteur e, em relação à rede pública, oferecem maior proteção. As imunizações disponíveis nas unidades do Pasteur protegem contra quatro  tipos de vírus (H1N1, H3N2, Brisbane e Victoria). Todas as pessoas com mais de 6 meses de vida podem e devem se imunizar. 

Selecione uma unidade

Para garantir a sua proteção e de toda a família,
basta dirigir-se à unidade de vacinação mais próxima de você: