fbpx

Os benefícios da esfoliação na pele

2 minutos para ler

A esfoliação tem como objetivo a remoção da camada superficial da pele (extrato córneo) onde estão presentes as células de queratina mortas, assim como a sujeira e microrganismos que ficam retidos na região e podem obstruir os poros e causar doenças.
Ela é realizada através do atrito de uma substância, normalmente granulada, com a pele, o que pode deixá-la mais lisa, macia, uniforme e auxiliar no clareamento de manchas.

A esfoliação também estimula a derme, segunda camada interna da pele, o que ajuda na absorção dos produtos utilizados após este procedimento, como hidratantes. O procedimento também pode auxiliar a reduzir a oleosidade da pele, a retirada de cravos da face e fechamento dos poros, mas pede alguns cuidados.

Os esfoliantes corporais costumam ser mais grossos e abrasivos que os da face, uma vez que a pele do corpo é menos delicada que a do rosto. Também existem produtos específicos para pele oleosa e com acne, que geralmente contêm agentes que ajudam a regular a produção de sebo.

É preciso tomar cuidado com o procedimento, pois pode causar lesões e até infecções. Não se deve fazer a esfoliação caso a pessoa tenha acne de moderada a grave na região, pois aumenta o risco de infectar as glândulas sebáceas, agravando o problema.

É possível fazer a esfoliação em casa utilizando produtos da sua cozinha, mas é preciso ter cuidado. Isso porque, apesar de serem ingredientes que parecem inofensivos, eles também podem causar feridas na pele se passados com muita força ou grande frequência. Além disso, como eles não contêm conservantes, podem permitir o crescimento de bactérias na receita, então o seu uso sempre deve ser imediato.
Algumas das opções mais comuns de esfoliantes feitos em casa são:
• açúcar mascavo ou refinado com mel;
• aveia com açúcar cristal e chá de camomila;
• açúcar refinado com hidratantes.

Após a esfoliação é necessário hidratar bem a pele.

Posts relacionados

Deixe um comentário