fbpx

Teste do Pezinho: um guia básico para você entender a importância deste exame

3 minutos para ler

O Teste do Pezinho consiste em um exame de realização obrigatória, em todos os recém-nascidos. Possui uma importância imensurável para a saúde do bebê. Ele é o responsável por identificar determinadas doenças genéticas, logo nos primeiros dias de vida da criança. Dessa forma, as chances de diagnóstico precoce aumentam e, como consequência, o tratamento adequado também é iniciado o quanto antes.

Com a identificação rápida que o Teste do Pezinho proporciona, as chances de o paciente desenvolver problemas graves de saúde, causados pela doença diagnosticada precocemente, diminuem. Isso permite que ele tenha mais saúde e qualidade de vida, ao longo dos anos.

Existem versões distintas do exame, que diferem entre si em relação à técnica utilizada e ao número de doenças analisadas. Veja a diferença entre eles, abaixo:

Teste do Pezinho Ampliado

É realizado assim que o bebê nasce e tem grande impacto para a saúde futura da criança, pois ele pode detectar doenças genéticas e congênitas. Além da triagem básica, o teste ampliado pode detectar mais 7 possíveis doenças congênitas, são elas:

  • É realizado assim que o bebê nasce e tem grande impacto para a saúde futura da Anemia falciforme;
  • Fibrose Cística;
  • Hiperplasia adrenal congênita;
  • Galactosemia;
  • Deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase;
  • Toxoplasmose congênita;
  • Deficiência de biotinidase.

O Teste do Pezinho Expandido

É um tipo de exame que vai muito além do convencional. Ao todo, avalia no recém-nascido 46 enfermidades. É importante para a detecção de graves doenças e para a realização do tratamento adequado o quanto antes.

Quando é necessário realizar o Teste do Pezinho?

O Teste do Pezinho é realizado em recém-nascidos. O bebê deve passar pelo exame após as 48h de vida. Ou seja, precisa ser feito entre o terceiro e o quinto dia após o nascimento. É uma ação preventiva e indispensável. Esse intervalo de tempo é determinado para garantir a maior eficácia do exame.

Quais doenças os exames detectam?

O Teste do Pezinho detecta diversas doenças e, como dito acima, dependendo da modalidade, pode detectar até 46 enfermidades, no recém-nascido. Confira abaixo os principais tipos de doenças que podem ser detectados:

  • Hipotireoidismo congênito;
  • Fenilcetonúria;
  • Doença falciforme e outras hemoglobinopatias;
  • Fibrose cística;
  • Deficiência de biotinidase;
  • Hiperplasia adrenal congênita.

Ambas as versões do Teste do Pezinho (ampliado e expandido) estão disponíveis no Pasteur. A prevenção é o melhor método de combate às doenças. Importante ressaltar que para a realização do teste, o pedido médico é necessário. Dessa forma, a interpretação do resultado será feita por ele.

O exame é um grande meio de proteção para o bebê, ao longo de toda a vida. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a nossa equipe e o auxiliaremos.

Posts relacionados

Deixe um comentário