fbpx

Hepatite A + B: veja como funciona a vacina combinada

7 minutos para ler

Tanto a hepatite A quanto a B podem muito bem ser evitadas por meio da vacinação. Como ocorre com outras doenças, imunizar-se é uma das formas mais eficazes de se prevenir contra enfermidades. Portanto, é de extrema importância que crianças e adultos sejam vacinados contra as doenças para proteger-se e, consequentemente, contribuir para que o vírus não seja transmitido. Afinal, uma vez que o maior número de pessoas está vacinado, menores as chances de a doença espalhar-se pela população. Sintomas das doenças:

  • Hepatite A – Pessoas infectadas pelo vírus da hepatite A podem apresentar os seguintes sintomas: fadiga, náusea, vômitos, dor ou desconforto abdominal (especialmente na área próxima ao fígado), perda de apetite, febre baixa, urina escura, dor muscular, amarelamento da pele e olhos (icterícia);
  • Hepatite B – Os indivíduos que estão infectados pelo vírus da hepatite B podem apresentar os seguintes sintomas: dor abdominal, urina escura, febre, dor nas articulações, perda de apetite, náusea e vômitos, fraqueza, fadiga, amarelamento da pele (icterícia).

Vacinação conjunta, contra a hepatite A e B
A vacina combinada contra a hepatite A e B é aplicada para prevenir as infecções do fígado, causadas pelos vírus da hepatite A e hepatite B. Para ficar melhor explicado, as vacinas combinadas são imunizações que, em uma única dose, ou seja, em apenas uma injeção, protegem o indivíduo vacinado de várias doenças. Elas substituem a aplicação de vacinas separadamente, o que diminui os efeitos colaterais da imunização, como o mal-estar e a febre. Ela é composta de vírus inativos da hepatite A e, também da proteína da superfície do vírus da hepatite B. Também possui em sua composição as seguintes substâncias: alumínio, formaldeído, sulfato de neomicina, fenoxietanol, polissorbato 20, cloreto de sódio e água para injeção. Indicações da vacina A vacina combinada da hepatite A e B é indicada para as crianças a partir dos 12 meses de vida. Também pode ser aplicada em adolescentes e adultos, inclusive, em pessoas que não foram vacinadas contra as duas hepatites. Contraindicações da vacina contra a hepatite A e B

  • Os indivíduos que apresentarem anafilaxia provocada por qualquer um dos componentes presentes na vacina ou por dose anterior;
  • As pessoas que desenvolveram púrpura trombocitopenia após dose anterior de vacina com antígenos do vírus da hepatite B.

Possíveis reações da vacinação
Ao vacinar-se com a imunização combinada, pode ser que a pessoa imunizada apresente algumas situações como vermelhidão e inchaço (no local de aplicação da vacina) por mais de 24h e dor intensa. Há casos, também, nos quais os indivíduos apresentam alguns desconfortos como, febre, dor de cabeça, mal-estar, cansaço, náusea e vômito. É importante ressaltar que essas reações ocorrem em uma parte pequena das pessoas imunizadas. Cerca de 1% das pessoas relataram vermelhidão e o inchaço e, de 0,3% a 10% das pessoas imunizadas relataram outras reações. Não há reclamações de reações mais graves, mas é importante ficar atento às mesmas possíveis reações das vacinas aplicadas isoladamente. Como funciona o esquema de doses da vacina?

  • Em crianças a partir dos 12 meses de vida e adolescentes menores de 16 anos, é recomendável que sejam administradas duas doses com intervalo de seis meses entre elas;
  • Em pessoas a partir dos 16 anos, adultos e idosos, a recomendação é que sejam aplicadas três doses da vacina. Nesses casos, a segunda dose deve ser aplicada um mês após a primeira e a terceira deve ser cinco meses após a segunda;
  • Os indivíduos que tiverem indicação de dose dobrada da vacina contra a hepatite B, ou esquema de quatro doses, devem receber a complementação com a imunização da hepatite B.

Caso queira saber mais sobre as vacinas individualmente, temos alguns conteúdos especiais falando especificamente de cada uma delas. Aqui estão: “Veja tudo o que você precisa saber sobre a vacina contra Hepatite A” e ” Vacinação hepatite B: saiba quantas doses tomar, contraindicação e muito mais“. E, se ainda ficou alguma dúvida, pode entrar em contato com a gente, ok? Até a próxima.

Posts relacionados

Deixe um comentário