fbpx

Vitamina D faz bem desde que seja na medida certa

2 minutos para ler

A Vitamina D desempenha um papel importante na manutenção dos sistemas dos nossos órgãos. Ela regula os níveis de cálcio e fósforo no organismo promovendo a absorção dos alimentos nos intestinos e a reabsorção de cálcio nos rins. Promove a formação óssea e mineralização, sendo essencial para um esqueleto forte. Porém, seu excesso promove a reabsorção dos ossos e pode até causar insuficiência renal.

Poucos alimentos são naturalmente ricos em vitamina D. As fontes naturais incluem óleo de fígado de peixe, peixes gordurosos (salmão, bagre, sardinha, atum, cavalinha), cogumelos e ovos. A exposição ao sol também é uma ótima fonte dessa vitamina.

Deficiência de vitamina D

A deficiência de vitamina D pode ser decorrência de ingestão inadequada com exposição insuficiente à luz solar, desordens que limitam sua absorção, condições que dificultam a conversão de vitamina D em metabólitos ativos, ou raramente por desordens hereditárias. Deficiência de vitamina D resulta em prejuízo da mineralização óssea e ocasiona doenças nos ossos, como a osteoporose.

Excesso de vitamina D

Os níveis de concentração de vitamina D em pílulas e alimentos são muito pequenos para causar toxidade em adultos. A maior parte de casos de excesso de vitamina D ocorreu devido a acidentes manufatureiros e industriais. A exposição ao sol por longos períodos não causa excesso de vitamina D.
Alguns sintomas de intoxicação por vitamina D são resultado de hipercalcemia (nível elevado de cálcio no sangue) causada pelo aumento da absorção de cálcio pelo intestino. Intoxicação por vitamina D pode causar pressão alta, perda de apetite, náusea e vômito. Esses sintomas geralmente são seguidos por produção excessiva de urina, sede elevada, fraqueza, nervosismo e eventualmente insuficiência renal. O tratamento para intoxicação por vitamina D inclui descontinuar a suplementação vitamínica e restringir a ingestão de cálcio.

Mas só é possível saber tudo isso através dos exames que medem os níveis de vitamina D no organismo. É extremamente importante consultar um médico regularmente e realizar o exame quando necessário.

Posts relacionados

Deixe um comentário