fbpx

Homens com histórico familiar de câncer de próstata devem realizar o exame a partir dos 45 anos

2 minutos para ler

Ao contrário do que muitos pensam, existem outros exames de próstata além do toque retal. Entre eles, temos o PSA que é feito através de uma simples coleta de sangue.

Estes exames normalmente devem ser realizados uma vez por ano a partir dos 50 anos de idade, mas quando há histórico familiar de câncer de próstata, a prevenção deve ser feita a partir dos 45 anos. Além disso, quando o paciente já teve câncer de próstata ou diagnóstico de hiperplasia benigna prostática, o exame deve ser feito anualmente, independentemente da idade.

Outros exames que também podem ser pedidos pelo médico, são o de ultrassonografia, fluxometria (medição do jato de urina), exame de urina de laboratório e a biópsia que é feita para confirmar diagnósticos de alterações nessa glândula, como câncer ou tumores benignos, sendo necessário retirar um pedacinho deste órgão para enviar para análise no laboratório.

Os exames podem ter resultados alterados quando ocorrem problemas como:

  • Inflamação da próstata, conhecida por tumor benigno da próstata;
  • Presença de bactérias na próstata, também conhecida por prostatite;
  • Toma de medicamentos, como diuréticos, esteroides ou aspirina;

Realização de procedimentos médicos à bexiga, como biópsia ou cistoscopia, podem elevar ligeiramente os níveis de PSA.

Posts relacionados

Deixe um comentário